Para realizar um bom planejamento para este ano, as empresas precisam ter em suas mãos as principais tendências e projeções. Apenas dessa forma será possível elaborar ações certeiras e alinhadas ao cenário.

Para auxiliar você na interpretação das diversas informações sobre a economia brasileira em 2018, reunimos e resumimos alguns dos principais cenários aos quais precisa ficar atento.

Economia brasileira em 2018: as principais tendências

A tendência é que em 2018 a economia brasileira esteja em um cenário confortável. Com incentivos governamentais e reformas reestruturantes, a tendência para 2018 é de boa geração de empregos e incentivos para reaquecer o mercado.

A partir do terceiro trimestre deste ano, a espera é de que o crescimento atinja taxas ainda mais robustas.

Para confirmar essa questão, considerando informações do boletim Focus, o Brasil terá avanço superior a 1,10% se comparado ao mesmo período de 2016.

A projeção de crescimento do país é de 2,30% — podendo este número melhorar conforme o desenrolar do planejamento.

O impacto para as empresas e para a população

Um dos principais impactos para as empresas e para a população são as reformas propostas pelo presidente Michel Temer.

A reforma previdenciária atinge diretamente o tempo de trabalho da população ativa. A trabalhista atua diretamente na relação entre empresa e colaboradores, e ambos precisam estar alinhados com as principais mudanças.

Algumas dessas mudanças já foram aprovadas e outras ainda estão em trâmite no Senado. Mas é preciso ficar atento aos próximos passos, visto o grande impacto para as empresas, sua relação com seus profissionais e para a população como um todo.

O que aguardar da inflação

A tendência, até o momento, é que a inflação, em 2018, esteja controlada e que haja um crescimento de mercado elevado. Segundo informações do boletim Focus, a previsão é 4,15%.

Ainda sobre a inflação, a tendência é de que a taxa siga em ritmo desacelerado. Além disso, é esperado juro de apenas um dígito.

Em contrapartida, o produto interno bruto (PIB) tem previsão de ter melhora gradual. Cálculos do Focus apontam um aumento significativo de 0,5% para 0,7%.

O que o mercado está esperando e projetando

O mercado está focado na previsão das demandas, já que a tendência para o Brasil é de um cenário confortável com boas taxas de juros, crescimento e geração de novos empregos.

Além disso, as empresas estão preparando o planejamento tático, operacional e estratégico para atender às demandas.

Um terceiro passo para a preparação é a previsão de cenários. Mesmo que muitos dados sejam levantados, o mercado está se preparando para possíveis reviravoltas.

Isso porque é preciso ter em mente que tendências não são verdades absolutas e que, levando em consideração o estado instável da política brasileira, tudo pode mudar.

O cenário do mercado financeiro do Brasil para 2018 tem previsão favorável. Essa tendência mostra um panorama interessante para o desenvolvimento do país e do mercado como um todo. Isso significa investimentos e, consequentemente, a criação de novos empregos.

Mas, de qualquer forma, é preciso ficar atento ao planejamento da empresa para mergulhar em 2018 e considerar cenários não apontados pelas tendências. Como já dizia Gustavo Caetano, CEO da Samba Tech, “entre o mapa e o terreno, fique com o terreno”.

E em questões de previsões, é preciso analisar todos os detalhes e refletir sobre cada ponto. Mas, se ainda depois de todas essas informações sobre a economia brasileira em 2018 ainda restou alguma dúvida, deixe seu comentário.