Se você está pensando em buscar sócios para montar uma empresa ou mesmo compartilhar a gestão de um negócio existente, é importante pesquisar antes as melhores práticas sobre formação de sociedade empresarial.

Dessa forma, você poderá evitar problemas por conta de divergências de ideias, perfis de liderança contrastantes demais, entre outros fatores que prejudicam a administração da organização.

Para ajudar você a evitar transtornos e conseguir bons sócios em seus negócios, reunimos aqui um apanhado de informações sobre os problemas mais frequentes e o que considerar para estabelecer uma parceria adequada. Confira!

Quais os problemas mais comuns decorrentes de uma má escolha de sócios?

Desgaste interno

Um dos principais fatores que podem impactar o negócio é a atmosfera negativa gerada por constantes atritos entre sócios. Isso repercute nos colaboradores, que ficam sem saber o que fazer e a quem atender quando dois ou mais gestores dão instruções contraditórias entre si.

Um ambiente corporativo ruim afeta o desempenho e a produtividade. Além disso, os próprios sócios podem se sentir cansados e estressados devido a problemas frequentes entre eles.

Repercussão negativa sobre a marca

Quando problemas que afetam sócios se espalham entre os colaboradores e para o público, a marca do negócio pode sofrer com a repercussão negativa gerada. Isso significa impacto nas vendas e na forma como a imagem corporativa é percebida.

Processos judiciais

Em casos extremos, é possível que ocorra até um processo judicial para a expulsão de sócios da sociedade empresarial. Porém, isso desgasta a reputação da empresa e espanta clientes, além de ser longo e cansativo.

O que considerar antes de ter um sócio?

Objetivos em sintonia

Para que a sociedade tenha sucesso, é importante que os sócios possuam objetivos semelhantes. Assim, poderão unir esforços mais facilmente em prol de propósitos comuns. Para tanto, aqueles que pretendem formar uma sociedade empresarial devem listar suas prioridades, metas e objetivos para poderem comparar se possuem pontos parecidos.

Talentos e pontos de vistas variados

Por mais que seja bom trabalhar com pessoas de perfil semelhante, é nas diferenças de pontos de vista que você poderá aprimorar ideias. Por isso, é necessário encontrar sócios que tenham algumas diferenças em relação a você que possibilitem gerar estratégias melhores, com mais desenvolvimento.

Por outro lado, é preciso calma e estudo nesse aspecto, pois alguém com perfil muito diferente poderá gerar atritos e problemas mais sérios. Também busque pessoas de habilidades e talentos diferenciados que cooperem em atividades organizacionais em que você não tem tanta habilidade.

Como estabelecer uma boa parceria?

1. Informe cada detalhe no Contrato Social

O Contrato Social é fundamental para uma relação de sociedade mais segura e profissional. Portanto, é preciso pensar bem no que colocar nas cláusulas para ter melhor apoio no futuro caso algo não dê certo. Ou seja, no contrato devem estar listadas todas as informações referentes ao empreendimento, bem como aspectos e detalhes do funcionamento da sociedade. Com isso em mente, busque incluir:

  • responsabilidades de cada sócio;
  • percentuais de participação na empresa;
  • valores e frequências das retiradas;
  • atribuições, cargos e funções;
  • parcelas de cada um na divisão de lucros e de prejuízos;
  • previsão de exclusão de sócio por justa causa em situações que representarem riscos ao negócio e em casos de desonestidade;
  • estratégias e objetivos.

2. Estimule uma relação de transparência

A transparência na sociedade empresarial permite que todos fiquem cientes dos seus deveres e dos desafios da organização.

3. Procure profissionais especializados

É interessante buscar profissionais especializados na formação de sociedades ou que possam colaborar na estruturação de parcerias. Isso porque eles geralmente conseguem indicar formas de se avaliar a viabilidade desse tipo de processo e ajudam na análise dos perfis dos envolvidos.

A formação de uma sociedade empresarial requer muito planejamento, pesquisa e alinhamento dos objetivos dos sócios, para que todos possam somar esforços no alcance do sucesso organizacional. Por isso, você não pode descuidar desse ponto, evitando escolher parcerias sem um bom estudo e avaliação prévios, pois esse é um dos erros que prejudicam o empreendimento.

Agora que você já sabe quais os principais cuidados e riscos na hora de montar uma sociedade empresarial, que tal descobrir quais são os profissionais que ajudam o empreendedor a ter sucesso?