Saber como calcular o preço de venda é um dos grandes desafios do empreendedor. Por mais que a princípio essa tarefa pareça simples, é preciso considerar diversos fatores na hora de definir um valor ideal para os produtos e/ou serviços que a sua empresa oferece.

De maneira simples, podemos definir a precificação como a definição do valor do produto ou serviço oferecido.

Neste artigo falaremos sobre o tema e o que deve ser avaliado no cálculo de um preço de venda equilibrado e lucrativo. Continue a leitura e confira!

A importância de saber como calcular o preço de venda

Para definir o melhor preço de venda, o primeiro passo é saber quanto o produto ou serviço custou. Acertar esse cálculo é importante para o sucesso do seu negócio, uma vez que adotar um preço errado pode significar prejuízos e perdas para a empresa.

Como definir um preço de venda equilibrado

O preço final da venda deve ser o suficiente para cobrir todos os custos de produção, despesas de vendas e logicamente obter o lucro desejado. Confira abaixo algumas dicas que podem te ajudar:

Saiba seus custos e despesas

O empresário precisa ter conhecimento de todos os custos e despesas do produto.

Quando falamos em custos estamos nos referindo aos gastos pertinentes à atividade, mesmo como, por exemplo, o pagamento de fornecedores.

Já as despesas podem ser fixas, como o pagamento de funcionários, luz, telefone, etc. ou variáveis como matéria-prima e comissões, entre outras.

Fazer o cálculo correto de seus custos e despesas é importante, pois, caso contrário, corre-se o risco de não se obter lucro, mesmo com uma quantidade boa de vendas.

Defina sua margem de lucro

A margem de lucro deve ser calculada por produto ou serviço, e serve para o gestor identificar o quanto ele vai ganhar, depois que já tiverem sido subtraídos os custos e as despesas de produção.

Não existe uma margem de lucro ideal, por isso é preciso ficar atento. Lembre-se sempre de que preços muito baixos prejudicam o faturamento, ao passo que preços muito altos afastam os clientes, sendo assim busque o equilíbrio sempre.

Adapte-se ao valor do mercado

Pesquisas de mercado são muito importantes na hora de precificar seu produto ou serviço. Estude os concorrentes e adapte seu preço ao que já vem sendo praticado e bem aceito.

Caso seu produto esteja acima do valor cobrado pelos concorrentes, apresente de maneira clara e objetiva as vantagens que justificam a cobrança extra.

Em contrapartida, cuidado com preços muito baixos, pois podem passar a impressão de qualidade inferior.

Use fórmulas matemáticas para precificar seu produto e/ou serviço

A maneira mais simples de calcular o preço de venda é somar os custos dos produtos + percentuais de custos + despesas fixas + margem de lucro.

No entanto, existem outras fórmulas que apesar de serem mais complexas, trazem resultados mais precisos.

Para calcular considere as siglas como:

  • % CF= percentual de custo fixo;
  • TM = taxa de marcação;
  • CC = custos de comercialização relativos aos gastos de vendas do produto, como comissões de vendedores e impostos, por exemplo;
  • CMV = custo de mercadoria vendida, que corresponde ao valor de compra negociado com o fornecedor;
  • PVV = preço de venda à vista.

Percentual de custo fixo (%CF)

A fórmula é: % CF = média de custo fixo no mês x 100 / média de vendas no mês.

Taxa de marcação (TM)

A fórmula é: TM = 1 – % CC + % CF + % Lucro / 100.

Preço de venda à vista

A fórmula é: PVV = CMV / TM.

Todas essas fórmulas quando aplicadas à sua realidade vão ajudá-lo a mensurar melhor seus resultados.

Saber como calcular o preço de venda do produto ou serviço de uma empresa é um fator que está diretamente ligado ao crescimento da organização.

Muitas empresas acabam fechando as portas por não saberem o real valor do seu produto e o quanto as pessoas estão dispostas a pagar por ele.

Gostou do nosso artigo? Deixe seu comentário e nos diga sua opinião, sugestão ou crítica. Sua participação é muito importante para nós!